Terça-feira, 19 de novembro de 2019
Ano XXXI - Edição 1584
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

06/09/2019 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - DECOLAGEM LÁ ATRÁS - Quando olho para trás, enxergo em meio às brumas, a decolagem nas lonjuras do tempo. Eram, de fato, tempos imemoráveis. Vinha vindo de fora, para esta terra desconhecida, em dezembro de 1961. Em abril do ano seguinte, exatamente, no dia 4 daquele mês memorável, estava assumindo a cadeira de Língua Portuguesa, no então Ginásio Pio XII, que, no ano seguinte, em março, passou a denominar-se Colégio Estadual Cardeal Pacelli, sob o comando da direção do padre Ghibaudo Orestes, um fenômeno que Deus colocou em Três de Maio, para dignificar a nossa Educação. Não é debalde que já alcançou os 102 anos, vivendo há várias décadas na Capital Federal. A Educação tresmaiense muito deve ao reverendo sacerdote. Vamos comemorar condignamente os 70 anos de Pio XII-Cardeal Pacelli, neste ano da graça de 2019.

FINALMENTE - Depois de quase 3 anos, finalmente, a atual administração municipal mexeu na Área Industrial II, alegando que não valorizaram antes aquela obra implantada e inaugurada pela administração anterior, porque havia problemas de licença ambiental a cargo da Fepam. Pelo sim pelo não, foi muito tempo perdido. Obras de caráter empresarial na área industrial e comercial, alavancam a economia e empurram o crescimento para cima, oferecendo oportunidades de trabalho e mais bem-estar à população. A notícia anuncia que 5 empresas estão interessadas em estabelecer-se na área, que tem 43 terrenos de 1.500 m2 cada, disponíveis.

"QUEM PODE, PODE. E, QUEM NÃO PODE, SE SACODE".

É O CUMULO - Malandros, certamente porque viram as queimadas na televisão, inventaram uma queimada em Três de Maio. Na sexta-feira passada, na calada da noite, irresponsáveis prenderam um baita susto em moradores das margens da BR-472, na localidade de Lajeado Lambedor. Os safados que não sabem criar, imitaram os vadios que todos os anos, nesta época, prendem fogo nos diversos recantos do País em material combustível, causando grande alarme. E, neste ano, quem levou a culpa das queimadas foi o governo. 

OBRIGADO - Pelo convite dos organizadores dos 70 anos do Pio XII-Cardeal Pacelli, como ex-professor, para participar dos festejos, sobretudo, no desfile do dia 7 de Setembro. Obrigado, mesmo!

RENOVAÇÃO - Assumiu por 15 dias um novato na Câmara de Vereadores, que concorreu pela primeira vez nas eleições passadas e ficou na suplência. As lideranças precisam ser renovadas. Dali podem surgir novas ideias e futuras promessas. E, falando nisso, já estão despontando nomes para o pleito do ano quem vem?

SEMPRE É BOM TROCAR SIGLAS E NOMES NOS PLEITOS.

SEMANA DA PÁTRIA DE OUTROS TEMPOS - Lá atrás, nas décadas de 1960 e 1970, a Semana da Pátria, não era nem sombra da Semana da Pátria de hoje. Os que são daquele tempo podem confirmar. O mês de agosto era um rumor só de tambores, ensaiando as bandas das escolas para o desfile da Semana da Pátria. Para começo de conversa, havia desfile todos os anos e não apenas uma ou duas vezes por mandato. Durante toda Semana da Pátria, as escolas vinham até a praça, para a hora cívica. E o dia 7 de Setembro, então, era o apogeu, porque todos os estudantes vinham uniformizados para a Avenida Uruguai desfilar de forma cadenciada, recebendo os aplausos da população que se postava maciçamente nas calçadas, desde a Praça da Matriz, ao longo de toda avenida. Professores e alunos se envolviam na homenagem à Pátria. Era uma verdadeira festa cívica todos os anos. O patriotismo se aprende assim.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

14/11/2019   |
08/11/2019   |
01/11/2019   |
25/10/2019   |
18/10/2019   |
11/10/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS