Terça-feira, 23 de outubro de 2018
Ano XXX - Edição 1530
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

29/03/2018 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - VENCER  - Quem não quer? Quem é que não quer vencer? Seja no futebol, seja na política,  ou seja no dia-a-dia. Quem não quer vencer nos estudos ou no trabalho? Mas neste caso nem sempre querer é poder. Porque existem muitas lutas inglórias. Muitas vezes a bola bate no poste ou no travessão e não entra e a vitória não vem. Na política, muitas vezes as urnas não correspondem e a vitória tão esperada não vem. Vencer exige suor, exige empenho e determinação. A cópia se pode tirar dos atletas determinados que buscam incansavelmente o galardão da vitória. A vitória, pois, não cai do céu. Não é obra do acaso. Ninguém se classifica no vestibular ou se aprova num concurso, sem estudar. Até para conquistar uma vaga no mercado de trabalho, nestes nossos tempos bicudos, exige-se empenho, dedicação, busca e muita determinação. A vitória é coisa própria dos heróis.  

ESSA É INÉDITA - Esta é do ex-prefeito de Caxias do Sul, Alceu Barbosa Velho, do PDT, que é pré-candidato a deputado federal nas eleições deste ano. Ele é contra o financiamento público das campanhas eleitorais. "Não quero um centavo desse vergonhoso fundo. Vou usar recursos próprios e contar com a ajuda dos amigos."Alguém já tomou atitude igual ou semelhante? Os eleitores honestos têm que aplaudir iniciativas deste tipo e não interessa o partido. 

DISCURSO ARREVESADO - Foi o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta recente caravana bizarra pelo Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, quando chamou os produtores rurais de caloteiros e também disse que nas estâncias os cavalos são bem mais tratados do que os trabalhadores. Deu no que deu: muita pauleira. O Banco Central desmentiu a versão  de ruralistas caloteiros, mostrando que o crédito rural tem as menores taxas de inadimplência do País. Com esse tipo de discurso Lula não se elege, se não for preso e for candidato.

ENCRENCA  -  O Projeto de Lei n° 003/2017, de expansão urbana, no trajeto da perimetral, que liga a cidade à localidade de Bela Vista, foi o primeiro e único projeto que causou turbulência, talvez,  nos últimos 20 anos. A população normalmente não se imiscui em matérias legislativas, mas neste caso, o Executivo se descuidou e pisou no pé de munícipes interessados. 

A MENOR SELIC DAS ÚLTIMAS DUAS DÉCADAS - Em questão de um ano, um pouco mais, a taxa básica Selic caiu de 14,25% para 6,50%. Isso quer dizer que os juros estão despencando. Claro que isso está acontecendo em virtude da economia que está vivendo  dias melhores. Pena que o reflexo da queda da Selic não reverta rapidamente em benefício dos consumidores. Com a queda sucessiva da taxa cresce o otimismo e os consumidores se animam a gastar mais.

UM HOMEM MORREU PELA HUMANIDADE. SEXTA-FEIRA SANTA NOS MOSTRA UM HOMEM ERGUIDO NO ALTO DA CRUZ PELA SALVAÇÃO DO MUNDO. O DOMINGO DE ALELUIA É O DIA DA ESPERANÇA EM DIAS MELHORES. FELIZ E SANTA PÁSCOA. 




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

19/10/2018   |
11/10/2018   |
05/10/2018   |
28/09/2018   |
21/09/2018   |
14/09/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS