Segunda-feira, 27 de janeiro de 2020
Ano XXXI - Edição 1586
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Decisão para presidente e governador fica para o 2º turno

10/10/2014 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Eleições da virada no Estado e no País

Enquanto que as pesquisas indicavam a candidata Dilma com ampla vantagem e Aécio e Marina Silva como empatados com cerca de 22% para cada um, o resultado nas urnas foi contrário

Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) decidirão em segundo turno, no próximo dia 26, quem será o futuro presidente do Brasil. O resultado ficou matematicamente confirmado às 19h56 de domingo, 5 de outubro, conforme o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com 100% das urnas apuradas, a petista obteve 43.267.668 votos (41,59%) no primeiro turno e o tucano, 34.897.211 (33,55%), segundo o TSE. Marina Silva (PSB) recebeu 22.176.619 votos (21,32%) e ficou em terceiro lugar, mesma colocação da eleição de 2010.

Será a quarta vez consecutiva que candidatos de PT e PSDB disputarão o segundo turno - em 2002, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceu José Serra (PSDB); em 2006, Lula se reelegeu contra Geraldo Alckmin (PSDB); em 2010, Dilma superou Serra.

Nesta eleição, Dilma venceu em 15 estados, Aécio em nove e no Distrito Federal, e Marina em dois.


Sartori e Tarso para o segundo turno

Candidato do PMDB superou favoritismo de Ana Amélia Lemos e garantiu maioria dos votos no primeiro turno

Em uma virada surpreendente e após iniciar a campanha com menos de 10% nas pesquisas de intenção de voto, José Ivo Sartori (PMDB) foi o candidato mais votado no primeiro turno da eleição para o governo do Rio Grande do Sul. Ele obteve 40,40% dos votos válidos (2.487.889), 482.146 votos a mais do que Tarso Genro (PT), o segundo colocado, com 32,57%.
O desempenho do peemedebista nos maiores colégios eleitorais do Estado contribuiu significativamente para a diferença em relação ao petista. Dos 10 municípios gaúchos mais populosos, Sartori foi o mais votado em sete deles, incluindo a capital Porto Alegre.

Sartori foi o candidato mais votado nas seis maiores cidades do estado: Porto Alegre, Caxias do Sul, Pelotas, Canoas, Santa Maria e Gravataí. Também ficou na frente de todos os candidatos em Novo Hamburgo, a oitava maior cidade, enquanto Tarso foi o melhor em Viamão (sétima), São Leopoldo (nona) e Rio Grande (décima).


Aécio e Sartori lideram preferência dos eleitores da 89ª Zona Eleitoral

Osmar Terra, para deputado federal e Aloísio Classmann, para estadual, são campeões de votos

Na região, nos seis municípios da abrangência da 89ª Zona Eleitoral, para candidato a presidente Aécio fez mais votos que Dilma nas cidades com maior número de eleitores: Três de Maio, Boa Vista do Buricá e Independência, somando 12.393 votos, contra 10.513 de Dilma. Nos municípios de Alegria, Nova Candelária e São José do Inhacorá, a candidata petista obteve maioria dos votos, somando 3.426, contra  2.618 do candidato tucano.

Em nível de Estado, ainda na 89ª ZE, José Ivo Sartori foi o candidato mais votado em Três de Maio, Independência e São José do Inhacorá,  totalizando 7.919 votos. Tarso venceu em  Alegria, Boa Vista do Buricá e Nova Candelária, somando 3.549 votos. Ana Amélia ficou em segundo lugar em Três de Maio, Alegria e Boa Vista do Buricá, totalizando 7.100 votos.


Eleições mobilizaram eleitores no domingo em todo o país

Confira a matéria completa no jornal impresso






Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

22/11/2019   |
01/11/2019   |
04/10/2019   |
07/06/2019   |
24/05/2019   |
01/03/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS